Páginas

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Não Omitas Nenhuma Palavra

(Por Harold Ralph Gilmer)

“Assim diz o SENHOR... todas as palavras que te mandei que lhes dissesses; não omitas nenhuma palavra” (Jeremias 26:2—ACF).

Neste versículo constata-se a importância que Deus dá a cada uma de suas palavras ao enviar o profeta Jeremias para proclamar a Sua Palavra. Para entendermos por que cada palavra, cada letra é importante para Deus, temos primeiramente que entender como Ele se revela ou se comunica com o homem.

Teologicamente, revelação é Deus dando nova informação ao homem sobre Si mesmo e sobre a Sua vontade. É necessário que Deus se manifeste, pois o homem é um ser carnal e Deus é Espiritual. Evidencia-se em Salmos 19 que Deus se revela de uma forma geral, ou natural, (versículos 1 a 7) e também de uma forma especial (versículos 8 ao 14).

A revelação geral é vista na própria natureza (Salmos 19:1), na preservação do mundo (Hebreus 1:3), na providência divina (Provérbios 16:9) e na consciência humana (Romanos 1:19; 2:15). Esta revelação é dada a todos e embora não seja o suficiente para conhecer a Deus intimamente é suficiente para que o homem saiba que Ele existe. Mas para conhecê-Lo é necessário a revelação especial.

Revelação especial é Deus falando com o homem. No Antigo Testamento, Deus comunicou-Se diretamente através de sonhos, visões, teofanias, anjos e dos profetas (Gênesis 3:8; Hebreus 1:1). Comunicou-Se através dos milagres (1 Reis 18:38), pela Encarnação (João 1:14) e hoje se comunica através das Escrituras (2 Timóteo 3:16). O que foi revelado foi escrito e isto se chama inspiração.

Inspiração é o homem escrevendo o que Deus revelou. Em 2 Timóteo 3:16 lemos que “Toda a Escritura é divinamente inspirada...”. A palavra em grego traduzida como Escritura nesta passagem é a palavra graphe, de onde vem a palavra grafia, ou escrita. Já a palavra grega traduzida como inspirada nesta passagem é a palavra theopneustos, que é composta por duas palavras: theo, que traduzida é Deus, e pneustos, que traduzida é sopro. Portanto, theopneustos literalmente quer dizer “sopro de Deus”. Podemos dizer então que tudo o que foi “escrito” (as Escrituras) foi dado pelo “sopro de Deus”. Portanto, o que Deus “soprou” foram palavras (graphe).

Cada palavra, cada letra é importante para Deus.

Jesus disse: “Até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido” (Mateus 5:18—ACF). Em Gálatas 3:16, Paulo baseia uma doutrina inteira sobre uma ÚNICA letra, quando diz: “As promessas foram feitas a Abraão e à sua descendência. Não diz: E às descendências, como falando de muitas, mas como de uma só: E à tua descendência, que é Cristo”. Cada palavra, cada letra das Escrituras foi inspirada por Deus e é “... proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça” (2 Timóteo 3:16b).

Em Apocalipse 22:18 e 19, João escreve um alerta veemente contra aqueles que omitem ou acrescentam alguma palavra quando diz: “Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; e, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro”. As doutrinas da revelação e da inspiração nada seriam sem a doutrina da preservação das Escrituras.

Jesus disse: “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar” (Mateus 24:35). As evidências comprovam que Deus tem cuidado da Sua Palavra através dos séculos, embora não tenhamos mais os originais (autógrafos). Existem mais de 5.000 manuscritos e partes de manuscritos que concordam entre si, o chamado Texto Bizantino (em sua forma impressa ele se chama Textus Receptus (TR), ou o Texto Recebido, termo que surgiu com a impressão do Novo Testamento Grego de Elzevir em 1633). Este foi o texto usado pela Igreja durante quase dois mil anos e é o texto Grego do Novo Testamento que os reformadores usaram no século XVI e XVII para traduzir a Bíblia nos principais idiomas, inclusive para o Português. Mas dois homens, B.F. Wescott e F.J.A. Hort rejeitaram este texto e decidiram “criar” um novo texto Grego baseado em aparatos críticos. Lançaram em 1881 o seu Novo Testamento que veio a ser chamado de Texto Crítico (TC).

Versões modernas da Bíblia, que surgiram após o lançamento do Novo Testamento Crítico de Westcott e Hort, omitem o equivalente [em volume de palavras] a 1 e 2 Pedro. Palavras como sangue (Colossenses 1:14), arrependimento (Marcos 2:17) e Cristo (Filipenses 4:13) somem do texto. O TC varia do TR em 5.337 lugares.

A Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil nasceu em 1968 com o objetivo de continuar a publicar a versão Corrigida, que estava sob ameaça de não ser mais publicada pelas principais sociedades bíblicas da época. Deu-se início então a uma revisão do texto para retirar arcaísmos e influências do Texto Crítico que foram introduzidas na Bíblia. O que seria o trabalho de um ano acabou levando 26 anos. A Bíblia completa foi lançada em 1994 sob o nome Almeida Corrigida Fiel. (A revisão do Novo Testamento foi completada anos antes e adotada pelos Gideões, que anualmente distribuem cerca de 7 milhões de exemplares no Brasil).

Ao longo dos séculos Deus tem comunicado ao homem de várias formas, mas nestes últimos tempos Ele se revela através de Sua Palavra. Cada palavra, cada letra é importante e “... proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça” (2 Timóteo 3:16b). “Assim diz o SENHOR... todas as palavras que te mandei que lhes dissesses; não omitas nenhuma palavra” (Jeremias 26:2—ACF).

(Extraído do site oficial da SOCIEDADE BÍBLICA TRINITARIANA DO BRASIL):
http://www.biblias.com.br/naoomitas.asp

sábado, 10 de julho de 2010

O quê ou o quanto você está disposto a sacrificar para alcançar as almas perdidas para Cristo?

Muitas vezes, frente aos embaraços de nossa caminhada cristã neste mundo, acabamos por esquecer o real propósito do Evangelho e, não raras vezes, priorizamos coisas sem valor, efêmeras, pueris... coisas que, na realidade, mostram-se incapazes de nos satisfazer plena e efetivamente. Como novas criaturas em Cristo, jamais deveríamos esquecer que a plenitude de toda nossa satisfação em servir ao Senhor consiste em sacrificarmos a nós mesmos – o nosso “eu”, as nossas vontades, os nossos desejos, o nosso querer e até mesmo tudo o que possuímos – se necessário for – por amor daqueles que estão a perecer.

[O vídeo abaixo é um pequeno trecho do filme "A Lista de Schindler", digido por Steven Spielberg e distubuido, no Brasil, pela Universal. O filme conta a história real de Oskar Schindler, empresário alemão e membro do partido nazista que, no período da Segunda Guerra Mundial, estratégicamente e com total isenção (assim nos registra a história) conseguiu salvar cerca de 1200 judeus, entre homens, mulheres e crianças, de perecer em campos de concentração nazista. Ele (Schindler) sacrificou boa parte de seus bens e muito dinheiro para que vidas fossem salvas da morte].

Assista ao vídeo e reflita:

video

Você tem feito tudo o que pode para levar a mensagem de salvação às almas perdidas? Você não sente que poderia fazer mais? O quê ou o quanto você está disposto a sacrificar para alcançar almas para o Reino de Deus? A Bíblia diz que há mais alegria no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento (Lc 15.7). Para Deus, querido irmão, uma única alma dentre milhares tem um valor especial, não importa o quão distante ela esteja Dele, o quão suja e maculada pelo pecado ela possa estar, pois foi com o precioso sangue de Seu Filho, Jesus Cristo, que Ele quitou a dívida de TODOS os homens para Consigo. E este incomparável presente está a inteira disposição de todo o que verdadeiramente crê em Jesus e o confessa, sem temores, diante dos homens.
Que a cada dia, para o nosso próprio bem, venhamos a ser constrangidos e compelidos pelo Espírito Santo a fazer mais pela causa do evangelho trazendo luz aos que caminham nas trevas. E que nunca estejamos satisfeitos com o que porventura já tivermos realizado em prol do Reino de Deus, pois no momento em que isto acontecer (Que Deus nos livre!), estaremos conformados com o este mundo tenebroso.

"Eu, de muito boa vontade, gastarei e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado." (2 Co 12:15 - ARC)

Em Cristo,

D. S. Castro.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Há Diferenças REAIS Entre as Bíblias dos Crentes?

(Comparação em 225 Versos)


[Nota: Pensando naqueles que não possuem um exemplar da ACF (da SBTB) e/ou da ARC (da SBB), por questões que lhes escapam à vontade, mas que desejam honestamente conhecer algumas das diferenças entre as principais traduções e versões da Bíblia que circulam hoje no meio evangélico, tomei a liberdade de publicar aqui, um estudo comparativo feito por Hélio de Menezes Silva (com a ajuda de sua esposa, Valdenira). Ele (Hélio) é o criador e atual administrador do portal Solascripitura-TT (http://solascriptura-tt.org/). Com respeito aos dois tipos de texto grego do Novo Testamento mencionados pelo autor (TR e TC) e que têm servido de base para as traduções (tradicionais e modernas, respectivamente) da Bíblia, mais detalhes serão dados nas próximas postagens].
[Nota adicional: As convicções do responsável por este blog são as mesmas do autor do artigo, no que diz respeito à Inspiração e Preservação da Palavra de Deus no Texto Tradicional (TT)].

(Por Hélio de Menezes Silva)

Partimos do princípio que todos os crentes (principalmente os pastores) SINCEROS deveriam estar interessados em saber se tais diferenças reais existem mesmo, em que quantidade e de que tipo. [grifos do responsável pelo blog]

As traduções da Bíblia [manuscritas], usadas por TODOS os crentes fiéis e perseguidos por Roma, através de TODOS os séculos (começando com a Versão Peshitta usada pelos crentes da Síria desde 150 d.C., e a Versão Latina Antiga usada pelos crentes Valdenses dos pés dos Alpes Italianos desde 157 d.C. até serem trucidados às vésperas da Reforma), foram baseadas num texto grego do qual ainda existem mais de 5000 manuscritos basicamente concordes entre si de uma maneira espantosa e maravilhosa.

Na Reforma, basicamente o texto destes mais de 5000 manuscritos gregos concordes foi impresso, passou a ser chamado de TR (Textus Receptus) ou de TT (Texto Tradicional), e passou a ser a base de TODAS as traduções de Bíblias impressas usadas por TODOS os crentes fiéis em TODAS as igrejas batistas e reformadas em TODAS as línguas e nações aonde o Evangelho chegou: Começando com a Bíblia de Lutero (1520, em alemão), a Bíblia de Tyndale (1522, em inglês), etc., inclusive a Bíblia de Almeida (1681, em português). Hoje, em português, as únicas Bíblias-TR são a ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB, Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil) e a ARC (Almeida Revista e Corrigida, idealmente até 1894).

Então, em 1881, dois anglicanos chamados Westcott e Hort (que na realidade eram evolucionistas, pró-Roma, mariólatras, e médiuns fundadores de um centro espírita), centrados basicamente em somente os dois manuscritos mais rasurados e contraditórios que jamais se viu, lançaram o TC (Texto Crítico) em grego, que difere do TR em cerca de 10.000 palavras das cerca de 140.000 palavras do Novo Testamento grego!!! Bíblias baseadas no TC somente começaram a realmente se introduzir entre os crentes de língua portuguesa a partir de 1955, portanto 274 anos depois do Novo Testamento de Almeida, 435 anos depois da Bíblia de Lutero, e 1798 anos depois da Versão Latina Antiga, dos Valdenses!!! Hoje, as traduções das várias variações do TC para o português são a ARA (Almeida Revista e Atualizada), a AMT (Almeida Revisada de Acordo com os Melhores Textos), a NVI (Nova Versão Internacional), a BLH (Bíblia na Linguagem de Hoje), e todas as Bíblias católicas, ecumênicas, paráfrases, ou dos Testemunhas de Jeová.

Agora, tome uma das Bíblias-TR (por exemplo: a ACF, Almeida Corrigida Fiel, da SBTB) e compare-a com qualquer Bíblia-TC (por exemplo: ARA - Almeida Revista e Atualizada; AMT - Almeida Revisada de Acordo com os Melhores Textos, título enganador, pois, definitivamente, não é a Almeida nem são os melhores textos; NVI - Nova Versão Internacional; BLH - Bíblia na Linguagem de Hoje; NIV - New International Version; NASV - New American Standard Version; LB - Living Bible; TEV - Today's English Version; NEB - New English Bible; NRSV - New Revised Standard Version; e todas as Bíblias católicas, ecumênicas, paráfrases, ou dos Testemunhas de Jeová). Você não precisa saber grego, nem entender a fundo tecnicalidades enfadonhas e intermináveis, nem consultar e ser enganado por enfatuados eruditos, nem viajar o mundo inteiro para ter em mãos e examinar antigos manuscritos gregos: Basta você deixar o Espírito Santo lhe guiar. (A cada verso, pergunte-se: Qual dos 2 tipos de Bíblias serve melhor à sã doutrina e a Deus? O pai do engano e da mentira que está por trás de toda falsificação da Bíblia, seria pai de que tipo de Bíblia? Adulteraria na direção do TR para o TC, ou do TC para o TR? Deus falhou na preservação da Bíblia-TR em uso incessante desde o século I pelos crentes fiéis e só recentemente, com ajuda de W&H e dos eruditos críticos textuais, é que a verdadeira Bíblia, perdida e não usada por ninguém por mais de 1500 anos, está sendo recuperada, mas sem nunca chegar a uma forma final? Uma nova descoberta arqueológica poderá modificar a Bíblia substancialmente, ou Deus a preservou de forma absolutamente perfeita, em uso incessante pelos crentes fiéis desde o século 1?) [grifos do responsável pelo blog]. Continue comparando até o fim, mesmo que tudo lhe surpreenda e choque e escandalize.

Quando comparadas com as Bíblias-TR impressas e usadas desde 1520, a maioria das Bíblias-TC cometem os seguintes pecados (se não cometem todos, cometem a maioria deles):
MATEUS (26 versos)

1:25 (PRIMOGÊNITO) é omitido (*). Falando do Senhor Jesus.

5:44 (BENDIZEI OS QUE VOS MALDIZEM) é omitido (*).

6:13 (REINO, PODER, GLÓRIA) são omitidos ou anulados por colchetes/nota (*).

6:27 (ESTATURA) é mudado para “CURSO DA SUA VIDA” (*).

6:33 (DE DEUS) é omitido (*). Referindo-se ao Reino...

8:29 (JESUS) é omitido (*) da qualidade de Filho de Deus.

9:13 (AO ARREPENDIMENTO) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota. Chamando pecadores...

12:35 (DO SEU CORAÇÃO) é omitido (*). Bom tesouro...

12:47 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota.. A respeito da mãe do Cristo.

13:51 (“E DISSE-LHES JESUS” e “SENHOR”) são omitidos. (*)

15:8 (SE APROXIMA DE MIM COM A SUA BOCA) é omitido. (*)

16:3 (OH! HIPÓCRITAS) é omitido (*).

16:20 (JESUS) é omitido (*).

17:21 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota.. A respeito de oração e jejum.

18:11 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota.. Diz que Jesus veio para salvar.

19:9 (10 ÚLTIMAS PALAVRAS SÃO OMITIDAS (*)). A respeito de adultério.

19:17 (QUE É DEUS) é omitido (*). “Não há bom senão um só, ...”.

20:7 (E RECEBEREIS O QUE FOR JUSTO) é omitido (*).

20:16 (PORQUE MUITOS SÃO CHAMADOS, MAS POUCOS ESCOLHIDOS-) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

20:22 (E SER BATIZADOS COM O BATISMO COM QUE EU SOU BATIZADO) é omitido (*).

21:44 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota. A respeito de Cristo, a Pedra.

23:14 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota. Denuncia escribas e fariseus, hipócritas.

25:13 (EM QUE O FILHO DO HOMEM HÁ DE VIR) é omitido (*).

27:35 (PARA QUE SE CUMPRISSE O QUE FOI DITO PELO PROFETA: ... SORTES) é omitido (*).

28:2 (DA PORTA) é omitido (*).

28:9 (INDO ELAS A DAR AS NOVAS AOS SEUS DISCÍPULOS) é omitido (*).

MARCOS (35 versos)

1:1 (FILHO DE DEUS) é omitido em Williams, Godspeed, Panin, Nestle, Novo Mundo (Testemunhas de Jeová), Westcott & Hort. (*)

1:14 (DO REINO) é omitido (*). “O Evangelho...”, pregado por Jesus.

1:31 (IMEDIATAMENTE) é omitido (*). E... a febre a deixou.

2:17 (AO ARREPENDIMENTO) é omitido (*). Chamar os pecadores...

6:11 (EM VERDADE VOS DIGO QUE HAVERÁ MAIS TOLERÂNCIA NO DIA DE JUÍZO PARA SODOMA E GOMORRA, DO QUE PARA OS DAQUELA CIDADE.) é omitido (*).

6:16 (DENTRE OS MORTOS) é omitido (*). João é ressuscitado

6:33 (E APROXIMAVAM-SE DELE) é omitido (*)

7:8 (COMO O LAVAR DOS JARROS E DOS COPOS; E FAZEIS MUITAS OUTRAS COISAS SEMELHANTES A ESTAS) é omitido (*).

7:16 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota. “Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça.”

9:24 (SENHOR) é omitido (*). Um crente O chamou de Senhor.

9:42 (EM MIM) é omitido (*). Pequeninos que crêem...

9:44 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota. A respeito de fogo inextinguível.

9:46 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota. Onde o verme não morre.

9:49 (E CADA SACRIFÍCIO SERÁ SALGADO COM SAL) é omitido (*).

10:21 (TOMA A CRUZ) é omitido (*). Jesus lhe disse ...

10:24 (PARA OS QUE CONFIAM NAS RIQUEZAS) é omitido (*).

11:10 (EM NOME DO SENHOR) é omitido (*).

11:26 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota. Mas, se vós não perdoardes, etc.

13:14 (QUE FOI PREDITO POR DANIEL O PROFETA) é omitido (*).

13:33 (E ORAI) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

14:68 (E O GALO CANTOU) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

15:28 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota. E, cumprindo-se a Escritura, etc.

15:39 (O FILHO DE DEUS) Algumas Bíblias enfraquecem para “UM filho de Deus”.

16:9-20 ... 12 VERSOS SÃO OMITIDOS (*) ou anulados por colchetes/nota..

LUCAS (24 versos)

1:28 (BENDITA ÉS TU ENTRE AS MULHERES) é omitido (*).

2:33 (JOSÉ) é mudado para “PAI”. (*)

2:43 (JOSÉ E SUA MÃE) é mudado para “SEUS PAIS”. (*)

4:4 (MAS DE TODA A PALAVRA DE DEUS) é omitido (*).

4:8 (VAI-TE PARA TRÁS DE MIM, SATANÁS) é omitido (*).

4:41 (O CRISTO) é omitido (*), na expressão “Tu és ..., o Filho de Deus.”

6:48 (FUNDADA SOBRE A ROCHA) é mudado para “BEM CONSTRUÍDA”. (*)

7:31 (E DISSE O SENHOR) é omitido (*).

9:54 (COMO ELIAS TAMBÉM FEZ) é omitido (*).

9:55 (VÓS NÃO SABEIS DE QUE ESPÍRITO SOIS) é omitido (*).

9:56 (PORQUE O FILHO DO HOMEM NÃO VEIO PARA DESTRUIR AS ALMAS DOS HOMENS, MAS PARA SALVÁ-LAS) é omitido (*).

11:2-4 (21 PALAVRAS SÃO OMITIDAS (*) DA ORAÇÃO DO SENHOR)

11:29 (O PROFETA) é omitido (*). A respeito de Jonas.

17:36 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota. Um será tomado, o outro será deixado.

21:4 (DE DEUS) é omitido (*) em “deitaram para as ofertas ...”.

22:20 (VERSO É OMITIDO (*)) na NEB, RSV, etc.

22:31 (DISSE TAMBÉM O SENHOR) é omitido (*).

22:64 (FERIAM-NO NO ROSTO) é omitido (*).

23:17 (O VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota..

23:38 (LETRAS GREGAS, ROMANAS E HEBRAICAS) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

23:42 (SENHOR) é omitido (*). “..., lembra-te de mim quando entrares no teu reino”.

23:45 (ESCURECENDO-SE O SOL) é omitido (*) em Moffatt e na NEB.

24:6 (ELE NÃO ESTÁ AQUI, MAS RESSUSCITOU) é omitido (*) da RSV e da NRSV.

24:49 (DE JERUSALÉM) é omitido (*).

JOÃO (29 versos)

1:14,18; 3:16,18 (uni-GÊNITO é enfraquecido para “FILHO ÚNICO”) em algumas versões.

1:27 (QUE É ANTES DE MIM) é omitido (*). Cristo é eterno e superior a todos.

3:13 (QUE ESTÁ NO CÉU) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

3:15 (NÃO PEREÇA) é omitido (*).

4:42 (O CRISTO) é omitido (*).

5:3 (ESPERANDO O MOVIMENTO DA ÁGUA) é omitido (*).

5:4 (VERSO É OMITIDO (*) ou anulado por colchetes/nota. Poço de Bethesda.

6:47 (EM MIM) é omitido (*) na NIV, ARA-1993, etc.. Aquele que crê...

6:69 (O CRISTO, O FILHO DO DEUS VIVENTE) é mudado para O SANTO DE DEUS.

7:53-8:11 ... 12 VERSOS SÃO OMITIDOS (*) ou anulados por colchetes/nota..

9:35 (FILHO DE DEUS) é omitido (*). Ou é mudado para “FILHO DO HOMEM”.

11:41 (DE ONDE O DEFUNTO JAZIA) é omitido (*).

16:16 (PORQUANTO EU VOU PARA O PAI) é omitido (*).

17:12 (NO MUNDO) é omitido (*).

20:29 (TOMÉ) é omitido (*).

ATOS (19 versos)

2:30 (SEGUNDO A CARNE, LEVANTARIA O CRISTO) é omitido (*).

7:30 (DO SENHOR) é omitido (*). Anjo ...

7:37 (A ELE OUVIREIS) é omitido (*). Cristo ...

8:37 (VERSO É OMITIDO (*)) ou anulado por colchetes/nota.

9:5-6 (DURO É PARA TI RECALCITRAR CONTRA OS AGUILHÕES. E ELE, TREMENDO E ATÔNITO, DISSE: SENHOR, QUE QUERES QUE EU FAÇA? E DISSE-LHE O SENHOR) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

10:6 (ELE TE DIRÁ O QUE DEVES FAZER) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

15:18 (CONHECIDAS SÃO A DEUS TODAS AS SUAS OBRAS) Muito disto é omitido (*).

16:31 (CRISTO) é omitido (*).

17:26 (SANGUE) é omitido (*).

20:25 (DE DEUS é omitido (*). O Reino ...

20:32 (IRMÃOS) é omitido (*).

23:9 (NÃO LUTEMOS CONTRA DEUS) é omitido (*).

24:6-8 (45 PALAVRAS SÃO OMITIDAS (*)) ou anuladas por colchetes/nota.

24:15 (DE MORTOS) é omitido (*). Ressurreição ...

28:16 (O CENTURIÃO ENTREGOU OS PRESOS AO CAPITÃO DA GUARDA; MAS) é omitido (*).

28:29 (VERSO É OMITIDO (*)) ou anulado por colchetes/nota.

ROMANOS (13 versos)

1:16 (DE CRISTO) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

1:29 (FORNICAÇÃO (ou PROSTITUIÇÃO)) é omitido (*).

5:2 (PELA FÉ) é omitido (*) em Moffatt, RSV, and NEB.

8:1 (QUE NÃO ANDAM SEGUNDO A CARNE, MAS SEGUNDO O ESPÍRITO) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota..

9:28 (EM JUSTIÇA) é omitido (*).

10:15 (O EVANGELHO DE PAZ; DOS QUE TRAZEM ALEGRES NOVAS DE) é omitido (*).

10:17 (DE DEUS) é omitido (*) ou substituído por “DE CRISTO”.

11:6 (19 ÚLTIMAS PALAVRAS SÃO OMITIDAS (*))

13:9 (NÃO DARÁS FALSO TESTEMUNHO) é omitido (*).

14:6 (E O QUE NÃO FAZ CASO DO DIA, PARA O SENHOR O NÃO FAZ) é omitido (*).

14:21 (OU SE ESCANDALIZE, OU SE ENFRAQUEÇA) é omitido (*).

15:29 (DO EVANGELHO) é omitido (*).

16:24 (VERSO É OMITIDO (*)) ou anulado por colchetes/nota.

1CORÍNTIOS (11 versos)

1:14 (dou graças A DEUS) é omitido (*) em muitas Bíblias.

5:7 (POR NÓS) é omitido (*). Cristo foi sacrificado ...

6:20 (E NO VOSSO ESPÍRITO, OS QUAIS PERTENCEM A DEUS) é omitido (*).

7:5 (AO JEJUM) é omitido (*). Está ligado à oração.

7:39 (PELA LEI) é omitido (*). A esposa está ligada ...

10:28 (A TERRA É DO SENHOR, E TODA A SUA PLENITUDE) é omitido (*).

11:24 (TOMAI, COMEI) é omitido (*). Isto é o meu corpo, ...

11:29 (DO SENHOR) é omitido (*), referindo-se ao corpo.

15:47 (O SENHOR) é omitido (*).”O Senhor, é do céu”.

16:22 (JESUS CRISTO) é omitido (*).

16:23 (CRISTO) é omitido (*).

2CORÍNTIOS (4 versos)

4:6 (JESUS) é omitido (*).

4:10 (O SENHOR) é omitido (*).

5:18 (JESUS) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

11:31 (CRISTO) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota

GÁLATAS (6 versos)

1:15 (DEUS) é omitido (*).

3:1 (PARA NÃO OBEDECERDES À VERDADE) é omitido (*).

3:17 (EM CRISTO) é omitido (*).

4:7 (POR CRISTO) é omitido (*).

6:15 (EM CRISTO JESUS) é omitido (*).

6:17 (SENHOR) é omitido (*).

EFÉSIOS (5 versos)

3:9 (POR MEIO DE JESUS CRISTO) é omitido (*). Deus criou todas as coisas ...

3:14 (DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO) é omitido (*).

5:30 (DA SUA CARNE, E DOS SEUS OSSOS) é omitido (*).

6:1 (NO SENHOR) é omitido (*) em algumas Bíblias. Sede obedientes a vossos pais ...

6:10 (IRMÃOS MEUS) é omitido (*).

FILIPENSES (1 verso)

3:16 (SINTAMOS O MESMO) é omitido (*).

COLOSSENSES (5 versos)
1:2 (O SENHOR JESUS CRISTO) é omitido (*).

1:14 (PELO SEU SANGUE) é omitido (*).

1:28 (JESUS) é omitido (*).

2:11 (DOS PECADOS DE) é omitido (*).

3:6 (SOBRE OS FILHOS DA DESOBEDIÊNCIA) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

1TESSALONICENSES (4 versos)
1:1 (DE DEUS NOSSO PAI E DO SENHOR JESUS CRISTO) é omitido (*).

2:19 (CRISTO) é omitido (*).

3:11 (CRISTO) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

3:13 (CRISTO) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

2TESSALONICENSES (1 verso)

1:8 (CRISTO) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

1TIMÓTEO (5 versos)

1:17 (SÁBIO) é omitido (*). Ao único Deus ....

2:7 (EM CRISTO) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

3:16 (DEUS) é omitido (*). “... se manifestou em carne.” Prova que Cristo é Deus.

4:12 (NO ESPÍRITO) é omitido (*).

6:5 (APARTA-TE DOS TAIS) é omitido (*).

2TIMÓTEO (3 versos)

1:11 (DOS GENTIOS) é omitido (*).

4:1 (SENHOR) é omitido (*).

4:22 (JESUS CRISTO) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

TITO (1 verso)

1:4 (O SENHOR) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

FILEMON (2 versos)

1:6 (JESUS) é omitido (*).

1:12 (TORNA A RECEBÊ-LO) é omitido (*).

HEBREUS (7 versos)

1:3 (POR SI MESMO) é omitido (*). Havendo feito ... a purificação dos nossos pecados.

2:7 (E O CONSTITUÍSTE SOBRE AS OBRAS DE TUAS MÃOS) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

3:1 (CRISTO) é omitido (*).

7:21 (SEGUNDO A ORDEM DE MELQUISEDEQUE) é omitido (*).

10:30 (DIZ O SENHOR) é omitido (*).

10:34 (NOS CÉUS) é omitido (*).

11:11 (E DEU À LUZ) é omitido (*). Sara...

TIAGO (1 verso)

5:16 (CULPAS) é mudado para PECADOS. (*) (Adotam texto grego errado.)

1PEDRO (5 versos)

1:22 (PELO ESPÍRITO) é omitido (*).

4:1 (POR NÓS) é omitido (*). Cristo padeceu ...

4:14 (13 ÚLTIMAS PALAVRAS SÃO OMITIDAS (*) ou anulado por colchetes/nota..

5:10 (JESUS) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

5:11 (A GLÓRIA) é omitido (*) da NIV, ARA, NASV, etc.

2PEDRO (2 versos)

2:17 (ETERNAMENTE) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota.

3:9 (CONOSCO é mudado para CONVOSCO) Destrói a mensagem do verso. (*)

1JOÃO (8 versos)

1:7 (CRISTO) é omitido (*).

2:7 (DESDE O PRINCÍPIO) é omitido (*). “A palavra que ... ouvistes.”

4:3 (CRISTO VEIO EM CARNE) é omitido (*).

4:9 (uni-GÊNITO é enfraquecido para “FILHO ÚNICO”) em algumas versões.

4:19 (A ELE ) é omitido (*) ou anulado por colchetes/nota. Nós amamos ...

5:7-8 (NO CÉU: O PAI, A PALAVRA, E O ESPÍRITO SANTO; E ESTES TRÊS SÃO UM. E TRÊS SÃO OS QUE TESTIFICAM NA TERRA:). Esta mais concisa prova da Trindade é omitida (*) ou anulada por colchetes/nota.

5:13 (OS QUE CREDES NO NOME DO FILHO DE DEUS) é omitido (*), e (PARA QUE) é mudado para “QUE”.

JUDAS (1 verso)

1:25 (SÁBIO) é omitido (*). Referindo-se a Deus.

APOCALIPSE (17 versos)

1:8 (O PRINCÍPIO E O FIM) é omitido (*).

1:11 (EU SOU O ALFA E O OMEGA, O PRIMEIRO E O DERRADEIRO) é omitido (*).

2:13 (AS TUAS OBRAS) é omitido (*).

5:14 (AO QUE VIVE PARA TODO O SEMPRE) é omitido (*).

6:1,3,5,7 (E VÊ) é omitido (*).

8:13 (ANJO é mudado para ÁGUIA). O texto grego (TR) diz “anjo”. (*)

11:17 (E QUE HÁS DE VIR) é omitido (*).

12:12 (OS QUE HABITAM EM) é omitido (*). “... a terra.”

12:17 (CRISTO) é omitido (*).

14:5 (DIANTE DO TRONO DE DEUS) é omitido (*).

16:17 (DO CÉU) é omitido (*).

20:9 (DE DEUS) é omitido (*). ... desceu fogo, do céu.

20:12 (DEUS é mudado para TRONO) (*) Que estavam diante de ....

21:24 (DOS SALVOS) é omitido (*). As nações ... andarão à Sua luz.

(*) Lembre que às vezes omissões são feitas indiretamente, através de traiçoeiros e destrutivos colchetes [ ] que, em termos práticos, significam mais ou menos isto: “Incluímos este trecho aqui nesta Bíblia, entre colchetes '[' e ']', mas o fizemos ardilosamente, somente por questões de marketing. Mas não cremos definitivamente e piamente nestas palavras entre colchetes. Cremos que Deus não quis ou não pode preservar bem a sua Palavra, e, por excesso de piedade, pseudo-crentes, falsários introduziram as palavras que pusemos entre colchetes, portanto cremos que elas são falsificações”;

Lembre também que às vezes omissões/ adições/ corrupções são feitas indiretamente, através de traiçoeiras e destrutivas notas de rodapé que têm variadas formas, mas todas elas, através de falso eruditismo, solapam a fé em algumas das palavras de Deus e destroem a fé dos leitores, equivalendo ao Diabo quando pôs dúvida em Eva “É assim que Deus disse?” (Gen.3:1);

Lembre que somente estamos dizendo que esta omissão/ destruição/ enfraquecimento/ acréscimo/ corrupção desta doutrina ocorreu AQUI neste verso, não estamos dizendo que ocorreu em todos os outros locais que tocam na mesma doutrina.



(Formatado para a postagem por D. S. Castro).

quarta-feira, 7 de julho de 2010

248 referências bíblicas (no Novo Testamento) que apresentam diferenças significantes entre uma Tradução (ou Versão) e outra

A lista abaixo contém apenas uma amostra das inúmeras diferenças existentes entre os textos das principais versões e traduções da Bíblia que circulam atualmente em nossas igrejas. Creio que é tempo de despertarmos para o que os relativistas de plantão - em nome de uma pseudo-erudição evangélica - estão a fazer com a Santa e Perfeita Palavra de Deus. Tenho plena convicção que, diante do relativismo doutrinário a imperar hoje entre nós, somente a ostensiva defesa da Palavra, em todas as frentes de batalha, poderá trazer à luz os que estão a ser enganados pelos poderes das trevas!

Analise as referências abaixo na ACF (Almeida Corrigida Fiel) da SBTB (Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil), com algumas das modernas edições e versões da Bíblia, muito utilizadas hoje no meio evangélico, como a Atualizada, Bíblia na Linguagem de Hoje, NVI, Revisada Melhores Textos, etc., e observe algumas das diferenças significativas [para não dizer “estarrecedoras”] existentes entre elas.

[Nota: Caso você não possua a ACF (da SBTB), poderá utilizar a ARC [da SBB]. Não é a mais adequada, porém, lhe permitirá ter uma ideia do problema. Se desejar poderá ainda baixar a lista de referências em arquivo ".doc" clicando aqui]

Mateus

Mt 1.25

Mt 2:18

Mt 4:6 (Salmos 91:11,12)

Mt 5:22

Mt 5:44

Mt 6:4

Mt 6:13b

Mt 6:15

Mt 6:18

Mt 6:27

Mt 6:33

Mt 8:29

Mt 9:6-8

Mt 9:13,14

Mt 12:31,32

Mt 12:35

Mt 13:35

Mt 13:43

Mt 13:51

Mt 16:3

Mt 16:20

Mt 17:21

Mt 18:11

Mt 18:15

Mt 19:9

Mt 19:17 (Mc.10:18 e Lc.18:19)

Mt 20:7

Mt 20:16

Mt 20:22

Mt 23:14

Mt 25:13

Mt 27:2

Mt 27:34 (Sl. 69:21) e Mt.27:35

Mt.27:35

Mt 27:54

Mt 28:2

Mt 28:9

Marcos

Mc 1:2 (Ml.3:1);

Mc 1:3 (Is. 40:3)

Mc 1:14

Mc 1:31

Mc 2:16, 17

Mc 3:15

Mc 6:11

Mc 6:16

Mc 6:33

Mc 7:8

Mc 7:16

Mc 7:24

Mc 9:24

Mc 9:29

Mc 9:42

Mc 9:44

Mc 9:46

Mc 9:49

Mc 10:7

Mc 10:21

Mc 10:24

Mc 11:10

Mc 11:26

Mc 13:14

Mc 13:33

Mc 14:68

Mc 15:28

Mc 15:39

Lucas

Lc 1:28

Lc 1:34

Lc 2:33

Lc 2:43

Lc 4:4

Lc 4:8

Lc 4:10, 11 (Sl. 91:11, 12)

Lc 4:41

Lc 4:44 (Mt.4:23 ; Mc. 1:39)

Lc 5:38

Lc 6:48

Lc 7:28

Lc 8:43

Lc 8:45

Lc 9:54 , 55b e 56

Lc 11:2-4

Lc 11:29

Lc 17:36

Lc 21:4

Lc 22:14

Lc 22:20

Lc 22:31

Lc 22:43, 44

Lc 22:64

Lc 23:17

Lc 23:38

Lc 23:42

Lc 24:49

Lc 24:51

João

Jo 1:14

Jo 1:18

Jo 1:27

Jo 3:13

Jo 3:15

Jo 3:18

Jo 3:36

Jo 4:42

Jo 5:3b e 4

Jo 6.47

Jo 6:69

Jo 7:50

Jo 7:53

Jo 8:1-11

Jo 9:35

Jo 11:41

Jo 14:28

Jo 16:16

Jo 17:12

Jo 20:29

Atos

At 2:30

At 7:30

At 7:37

At 8:37

At 9:5,6

At 9:28,29

At 10:6

At 10:30

At 10:31

At 15:18

At 15:34

At 16:31

At 17:26

At 20:25

At 20:32

At 23:9

At 24:6b e 7, 8

At 24:15

At 28:16

At 28:29

Romanos

Rm 1:16, 17

Rm 1:29-31

Rm 8:1

Rm 9:28

Rm 10:15

Rm 10:17

Rm 11:6

Rm 13:9

Rm 14:6

Rm 14.10-12 (II Co 5:10)

Rm 14:21

Rm 15:29

Rm 16:24

I Coríntios

1 Co 1.14

1 Co 5:7 (Is. 53:5)

1 Co 5:9, 10

1 Co 6:20

1 Co 7:5

1 Co 7:39

1 Co 10.28

1 Co 11:24

1 Co 11:29

1 Co 15:47

1 Co 16:22, 23

II Coríntios

2 Co 4:6

2 Co 5:18

2 Co 11:31

Gálatas

Gl 1:15

Gl 3:1

Gl 3:17

Gl 4:7

Gl 5:19

Gl 6:15

Gl 6:17

Efésios

Ef 3:9

Ef 3:14

Ef 5:30

Ef 6:1

Ef 6:10

Filipenses

Fl 3:16

Fl 4:13

Colossenses

Cl 1:2

Cl 1:14

Cl 1:28

Cl 2:11

Cl 3:6

I Tessalonicenses

1 Ts 1:1

1 Ts 2:19

1 Ts 3:11

1 Ts 3:13

II Tessalonicenses

2 Ts 1:8

2 Ts 2:8

I Timóteo

1 Tm 1:17

1 Tm 2:7

1 Tm 3:16

1 Tm 4:12

1 Tm 6:5

II Timóteo

2 Tm 1:11

2 Tm 3:17

2 Tm 4:1

2 Tm 4:22

Tito

Tt 1:4

Filemom

Fm 1:6

Fm 1:12

Hebreus

Hb 1:3

Hb 2:7

Hb 2:11

Hb 3:1

Hb 7:21

Hb 10:30

Hb 10:34

Hb 11:11

Tiago

Tg 5:16

I Pedro

1 Pe 1:22

1 Pe 2:2

1 Pe 3:15,16

1 Pe 4:1

1 Pe 4:14

1 Pe 5:10,11

II Pedro

2 Pe 1:20,21

2 Pe 2:17

2 Pe 3:2

2 Pe 3:9

I João

1 Jo 1:7

1 Jo 2:7

1 Jo 4:3

1 Jo 4:9

1 Jo 4:19

1 Jo 5:7,8

1 Jo 5:13

II João

2 Jo 9

Judas

Jd 1

Jd 4

Jd 25

Apocalipse

Ap 1:8

Ap 1:11

Ap 2:13

Ap 5:14

Ap 6:1

Ap 6:3

Ap 6:7

Ap 8:13

Ap 11:17

Ap 12:12

Ap 12:17

Ap 13:1

Ap 14:5

Ap 16:17

Ap 20:9

Ap 20:12

Ap 21:24

Ap 22:14

Ap 22:19

Ap 22:21

Se preferir, clique aqui para baixar a lista em formato ".doc".


Em Cristo,

D. S. Castro.

Como explicar as inúmeras diferenças existentes entre as diversas traduções [e versões] modernas da Bíblia e as traduções [e versões] tradicionais? (1ª Parte)


Há cerca três anos, por questões que não mencionarei nesta postagem, senti a necessidade de realizar um estudo acerca das diferenças [no texto] existentes entre algumas traduções [e versões] modernas da Bíblia e as traduções [e versões] tradicionalmente aceitas pelos evangélicos de um modo geral e que, gradativamente vêm perdendo espaço para o primeiro grupo. Essas diferenças, sejam no uso de palavras distintas [supostamente imbuídas de mesmo significado], sejam na omissão de alguns termos ou sentenças [até mesmo frases inteiras] têm trazido, a meu ver, um enorme prejuízo à clara exposição do evangelho – sobretudo entre os adeptos das seitas [cristãs, principalmente] – bem como contribuído de maneira significativa com a crescente relativização doutrinária a imperar hoje no seio de grande parte das igrejas evangélicas.

Alguns certamente negarão que essas diferenças possam de fato causar qualquer embaraço à obra de evangelização, sobretudo à “evangelização comum” [Entenda-se por “evangelização comum” a evangelização daqueles que não pertencem efetivamente à qualquer grupo religioso pseudo-cristão ou a qualquer seita]. Outros até mesmo dirão que não se pode associar o relativismo e a confusão doutrinária muito presentes hoje no meio evangélico com “pouquíssimas” e “insignificantes” diferenças entre uma versão [ou tradução] e outra das Escrituras. Contudo, a conclusão a que tenho chegado após estes três anos de pesquisa sobre o tema é que o foco do problema relacionado ao relativismo [em todas as suas modalidades] a atingir a mente evangélica de hoje repousa exatamente nesta questão, pois se não pudermos ter absoluta certeza [isto é, a convicção] acerca das exatas palavras inspiradas por Deus e que compõem, portanto, o cânon das Sagradas Escrituras [o que nos fará valorizar a Palavra de Deus do mesmo modo que faziam os crentes do passado, os quais nutriam verdadeiro temor por ela], no mínimo, sua autenticidade e sua autoridade suprema em matéria de fé e prática para todo cristão estarão irremediavelmente ameaçadas. Vale ressaltar aqui, que quando me refiro às exatas palavras inspiradas e preservadas por Deus no cânon do Antigo e do Novo Testamento estou a falar das línguas originais (hebraico e grego, respectivamente), pois é na escolha dos manuscritos que servirão de base para as traduções que o problema – de fato – começa.

Confesso que se tornou demasiadamente incômodo para mim a constatação de que muitos crentes hoje, lamentavelmente, têm conseguido conviver [alguns por ignorância] com tamanha incerteza [insegurança] quanto às palavras inspiradas por Deus. Há aqueles que até mesmo aplaudem cada iniciativa proposta por instituições ditas cristãs (Editoras, Universidades, etc.) para o lançamento de uma nova versão [ou tradução] da Bíblia, supostamente com linguagem mais “apurada”, fiel a “exegese” e baseada nos “melhores manuscritos” [Tudo falácia, cujo único propósito são os adendos financeiros!]. No entanto, o que claramente se vê em nossos dias é a pouca importância que de fato tem sido concedida à exatidão e exclusividade da Palavra que, concomitantemente a este fato, tem se tornado para a grande maioria do povo evangélico em uma mera coleção de princípios éticos (ou morais) estabelecidos por Deus para que, cumprindo-os, o homem receba as bênçãos [em geral, materiais] que ali são prometidas. A ISTO têm sido reduzida por muitos a Santa, Perfeita e Suprema Palavra de Deus – aquela a quem Paulo chama de “o poder de Deus para a SALVAÇÃO de todo aquele que CRÊ” (Rm 1.16 – ACF/SBTB). Muitos “crentes” hoje, ainda que no discurso afirmem e reafirmem que creem na doutrina da Inspiração divina e da Suficiência das Escrituras [o que envolve os aspectos da preservação, da inerrância e da infalibilidade], na prática acabam deixando transparecer que de fato não acreditam na sobrenaturalidade da Palavra ou, no mínimo, colocam-na no mesmo nível das tradições humanas ou das experiências pessoais e espirituais. E o que mais choca é saber que muitos dos que hoje “têm traduzido a Bíblia para nós”, pensam desta forma!

Muito embora eu concorde que não seja este o único fator relevante a fomentar o relativismo doutrinário muito presente hoje entre nós evangélicos, essas DIFERENÇAS, em nada “insignificantes” e relativamente numerosas têm de fato atingido doutrinas fundamentais à fé cristã, conforme veremos posteriormente. Além disso, uma mínima discrepância entre duas ou mais traduções é mais do que suficiente para justificar a seguinte pergunta feita por uma mente sincera, honesta e criticamente sóbria: O que Deus realmente disse? (Isto é, o que realmente Deus inspirou aos autores humanos do Santo Livro para que escrevessem? Quais palavras? Teria Deus inspirado somente as ideias? [Bem... tudo isso, se Deus o permitir e, assim se fizer necessário, estaremos discutindo em breve].

Ainda com respeito ao prejuízo à evangelização, lembro-me, por exemplo, de um episódio relatado por um irmão que, ao tentar provar a uma testemunha de Jeová a divindade de Cristo fazendo uso da edição Revista e Atualizada de Almeida da Sociedade Bíblica do Brasil, acabou perplexo e ao mesmo tempo frustrado ao perceber que a referida edição, em numerosas passagens assemelha-se muito a Tradução Novo Mundo (a tradução utilizada pela seita). Conta o irmão que ao abrir sua Bíblia em Zacarias 12.10, na edição Atualizada, levou um “susto” ao perceber que o texto segue à semelhança da Tradução Novo Mundo. Entretanto, o irmão sabia que a passagem em questão é uma das mais contundentes provas da divindade de Cristo, apresentando-o como o próprio Jeová. Lamentavelmente, sem saber sobre as diferenças existentes entre uma versão e outra, o irmão saiu sem lograr êxito no debate. Para que o leitor entenda o que, de fato, ocorreu, transcrevo abaixo a passagem em ambas as traduções, bem como o texto a constar na edição Almeida Revista e Corrigida Fiel da SBTB [faça uma análise e tire suas próprias conclusões]:

E sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o espírito da graça e de súplicas; olharão para AQUELE a quem traspassaram; pranteá-lo-ão como quem pranteia por um unigênito e chorarão por ele como se chora amargamente pelo primogênito”. (Zc 12:10 – Almeida Revista e Atualizada - SBB)

E eu vou derramar sobra a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém o espírito de favor e de rogos, e eles certamente olharão para AQUELE a quem traspassaram e certamente o lamentarão como no lamento por um [filho] único; e haverá lamentação amarga por ele como quando há lamentação amarga por um [filho] primogênito”. (Zc 12:10 – Tradução Novo Mundo - 1967)

Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão PARA MIM, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito”. (Zc 12:10 – Almeida Corrigida Fiel - SBTB)

O que não nos escapa aos olhos é o fato de que a expressão PARA MIM [hebraico: ELAY], no contexto da passagem, refere-se a Jeová, e isto prova, portanto, que Jesus é Jeová, pois Ele [Jesus] foi traspassado por nós (se não entendeu, leia a passagem com bastante calma!).

No entanto, o termo “AQUELE”, tanto na Atualizada como na Tradução Novo Mundo, não pode ser usado para provar que Jesus é Jeová.

O fato de ter eu mencionado neste exemplo verídico uma versão tão amplamente aceita e já consagrada no meio evangélico – a Almeida Revista e Atualizada – não foi mero acaso, pois há nela inúmeras passagens [sobretudo no Novo Testamento] em que se omitem expressões e sentenças significativamente importantes, bem como várias outras em que são feitas substituições de termos teologicamente consolidados por outros menos significantes e que acabam, ainda, dando margem a interpretações diversas. Além disso, a história desta edição é um tanto cheia de “atropelos” e antecipa um dos maiores projetos ecumênicos da Sociedade Bíblica do Brasil – a Bíblia na Linguagem de Hoje.

De fato, sou obrigado a concordar que não há tradução perfeita da Bíblia, mas apenas confiável (e isto cabe a nós julgar), uma vez que inspirados somente os escritos originais. No entanto, há métodos mais e menos apropriados de lidar com a tradução das Escrituras e, lamentavelmente, os menos apropriados têm sido utilizados para produzir uma gama de traduções e versões modernas, além de fontes [manuscritos] de qualidade altamente questionável. Tudo isso estaremos esclarecendo posteriormente [se Deus o permitir!]

Por hora, nos contentaremos em apresentar [próxima postagem] para análise dos nossos leitores uma “pequena” relação de referências bíblicas onde se observam diferenças significativas no texto de uma tradução e outra. Ao longo das próximas postagens estaremos analisando alguns dos prejuízos causados por várias versões e traduções modernas a algumas das principais doutrinas bíblicas.

Em Cristo,

D. S. Castro.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Estou cansado, mas continuarei a lutar!

Há muito que tenho me sentido profundamente decepcionado com o caos doutrinário e, consequentemente, pragmático em que se encontra mergulhada a igreja evangélica brasileira. Nada mais do que o reflexo da crise responsável pelo estado lastimável em que se encontra o evangelicalismo norte-americano, uma vez que muitas das distorções doutrinárias e das inumeráveis práticas heterodoxas [para não dizer “antibíblicas”] hoje presentes e amplamente aceitas em muitas de nossas igrejas têm sido incontestavelmente importadas de países como Estados Unidos, Canadá e, mormente de diversos outros “centros de referência evangélicos” [em matéria de SANDICES, é claro!] espalhados pelo mundo. Lamentavelmente, o que já era ruim parece que a cada dia fica pior por aqui, pois o Brasil, sendo um país culturalmente místico e dado às práticas supersticiosas “afro-católicas”, das quais – ao que parece – muitos evangélicos brasileiros não conseguiram se libertar, tem se encarregado de produzir suas próprias versões, em estilo “tupiniquim”, das várias aberrações importadas, sobretudo dos “States”.

O fato incontestável para muitos que tem acompanhado com profunda tristeza o avanço de toda esta balburdia “gospel” – termo de origem inglesa recém-incorporado ao atual vocabulário evangélico brasileiro, para em seguida ser “massificado” por verdadeiros mercenários do evangelho – é que, uma vez renegada às bases doutrinárias fundamentais do cristianismo, não se poderia esperar outra coisa além de uma pragmática superficial, deficiente e – marcadamente entre nós brasileiros – miscigenada às fábulas e crendices populares, fruto do sincretismo religioso há muito arraigado na cultura e no subconsciente de nosso povo.

Certamente, não poderá jamais haver prática segura e consistente com a vontade de Deus para o seu povo [e para o mundo] se nossas ações não forem legitimadas pela Palavra de Deus. Seja na adoração, na exposição e no ensino da própria Palavra, nas ações evangelísticas e missionárias, ou em qualquer outra área de atuação da igreja frente à obra que lhe foi incumbida pelo Senhor Jesus Cristo, a Palavra deverá ocupar o seu devido lugar de direito como regra áurea de conduta dos santos por meio da qual tudo o que não estiver de acordo com os padrões por ela estabelecidos deverá ser sumariamente rejeitado.

Lamentavelmente, muitos de nossos pretensos líderes evangélicos hoje tem perdido esta visão e assumido uma posição relativista quanto à suficiência e exclusividade das Sagradas Escrituras para gerir as ações da igreja ante - segundo eles - as exigências de uma sociedade cada vez mais dinâmica e necessitada de informações mais objetivas e de fácil assimilação. Por isso, para estes verdadeiros “homens de negócio” que têm adentrado em nosso meio trajando um manto de líder espiritual e exalando uma pseudo-santidade, a igreja deverá se enquadrar aos padrões vigentes, ou “perderemos terreno”. No entanto, esta visão distorcida do real papel da igreja estabelecida por Cristo, tem levado muitos a um estado de completa inanição espiritual, pois passam a “viver” de métodos e processos pré-fabricados – em geral pela psicologia moderna, estritamente humanista e secular – criados com o único propósito de levar o homem a explorar todo o seu suposto potencial realizador [sem depender de Deus, é claro!], e que têm sido de forma irresponsável, transportados para dentro dos assim chamados livros de “autoajuda” evangélicos, publicados com a proposta de ensinar “n-passos” para isto ou para aquilo. Enquanto isso, o “leite racional, não falsificado”, que é a Palavra de Deus, tem sido cada vez mais rejeitado por aqueles que se acham maduros demais para dele se alimentarem.

É notável em nossos dias o preciso cumprimento de passagens como 1 Tm 4.1,2; 2 Tm 4.3-4; 2 Pedro 2:3, dentre outras. Diante de nossos olhos [dos que os tem mantido abertos, é claro!] vemos o grande “povão” evangélico brasileiro ser arrastado como massa de manobra por líderes inescrupulosos, homens sem caráter, verdadeiros “espíritos enganadores”, que “por avareza” e cobiça tem feito dos incautos “negócio com palavras fingidas”, homens que “falam mentiras” e que, por meio de sinais “prodigiosos”, têm levado o povo à idolatria do dinheiro, do bem-estar e da saúde perfeita. Dentre as razões pelas quais esses lobos devoradores vestidos em pele de ovelha têm logrado êxito em suas investidas contra o povo de Deus, a crescente e maciça rejeição dos fundamentos vitais do evangelho, isto é, da sã doutrina ocupa lugar considerável e preocupante (2 Tm 4.3-4). Pondo à parte os que por falta de sobriedade e discernimento espiritual têm sido levados neste bojo, muitos são os que, movidos por interesse, têm preferido ouvir os contos da carochinha, “as fábulas de velhas” (1 Tm 4.7) proferidas pelos autointitulados “apóstolos” da prosperidade, da confissão Positiva e da Palavra da Fé, do que receber a pura e sã doutrina cuja única fonte se encontra na Palavra de Deus: a Bíblia.

Minha angústia e decepção diante deste quadro que se tem instalado em nossa igreja evangélica brasileira são bastante justificáveis e sei que não sou o único a nutrir este sentimento. São justificáveis, primeiramente, por que não são direcionadas a Deus, uma vez que Sua Palavra há muito prediz que nos últimos dias assim seria [E isto muito me alegra, pois tenho Sua Santa Palavra por firme fundamento em minha vida]. Ademais, meu lamento está embasado na própria Palavra de Deus, uma vez que suas páginas registram a história de inúmeros servos do Senhor que passaram por períodos de profunda tristeza ao presenciarem o distanciamento do povo de Deus de Seus retos caminhos. Moisés, Davi, Isaías, Jeremias, Paulo são apenas alguns dos que muito sofreram angustiados e perplexos por verem seu próprio povo em situação deplorável e em posição de total rebeldia para com Deus. A segundo razão pela qual são justificáveis as minhas queixas é a sinceridade que há em meu coração por batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos e é este sentimento de insatisfação ante o que se vê a ocorrer em nosso meio que tem me impulsionado à luta, mesmo sendo poucas as minhas forças. Jamais poderemos mudar aquilo que o Senhor já havia prescrito deste os tempos antigos, mas isso não nos isenta da responsabilidade de alertar aos que dormem o sono da indolência para que despertem e encham suas lamparinas de azeite antes que o noivo venha.

Estou cansado, mas continuarei a lutar!

Em Cristo,

D. S. Castro.